Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Homenagem a Pierre de Coubertin

Nova Acrópole / Homenagem a Pierre de Coubertin

Florianópolis - Central

Categoria:

 

Em homenagem ao ilustre Pierre de Coubertin, pedagogo e historiador que revitalizou os Jogos Olímpicos modernos, a Organização Nova Acrópole de Florianópolis dedicou uma semana de apresentações, entre os dias 6 e 10 de agosto, para tratar da filosofia olímpica e da vida e obra de Coubertin.

A filosofia olímpica, também conhecida como olimpismo, está baseado em valores ético-universais e ensina sobre o respeito, a união entre os povos, o espírito cavalheiresco, a amizade, a dignidade, a colaboração, etc.

Um dos resgates é o do sentido clássico de competição, onde o adversário é um elemento necessário para encontrar a nossa superação e vencer as limitações internas. Como filosofia de vida, entende a vitória, a conquista e o triunfo como lutas do dia a dia, e que não se trata somente de ganhar, mas também da alegria e esforço relacionados à superação.

A Origem Grega

Estas mesmas ideias foram vividas com ênfase no período clássico da cultura grega, onde aconteciam os festivais olímpicos em homenagem aos deuses. As competições eram compostas por modalidades esportivas e artísticas, dentro do conceito platônico de educação: música para a alma e ginástica para o corpo.

O trabalho de Coubertin foi, então, o de resgatar estas ideias para a era moderna, dedicando grande parte da sua vida e obra para este objetivo. O filósofo viu uma proposta pedagógica no esporte para o desenvolvimento da humanidade, enfatizando sempre os valores humanos.

Uma das palestrantes, Sara Fantin, comenta: “A ideia desta homenagem a Coubertin é torná-lo mais conhecido, já que fez um trabalho importante e muitos ainda não sabem quem ele foi, nem sua dedicação e sua obra”. E continua: “A gente vê a mesma linguagem traduzida no esporte com a Filosofia que estudamos em Nova Acrópole; existe todo um trabalho externo, mas o grande foco é interno, o que acontece dentro”.

Tags: Palestra