Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Mês: julho 2015

Post

Temperança (Amado Nervo)

Estou temperado para a morte, temperado para a eternidade, e sou sereno porque sou forte; a força infunde serenidade. Em que radica minha força? Em uma indiferente resignação ante as quedas da sorte e os embates da aflição. E no tranquilo convencimento de que a vida tão só é vão fantasma que move o vento,...

Post

Canção do Tamoio (Gonçalves Dias)

Não chores, meu filho; Não chores, que a vida É luta renhida: Viver é lutar. A vida é combate, Que os fracos abate, Que os fortes, os bravos, Só pode exaltar. Um dia vivemos! O homem que é forte Não teme da morte; Só teme fugir; No arco que entesa Tem certa uma presa, Quer...

Apolo, Rei dos lobos
Post

Apolo, Rei dos lobos

Sem pólos, o Único, deus da Luz, da Medicina, da Harmonia e também o misterioso que fere de longe. É a escuridão primeira, senhor dos Hiperbóreos, a quem os Dórios renderam culto. Como toda divindade ou símbolo, são numerosas as chaves que permitem acessar os significados que evoca. Existem chaves matemáticas, por exemplo, que unem...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

Investigação Científica Iluminador de sombras

Hoje as ciências adiantaram que é uma barbaridade, diziam nossos avós. E esta afirmação podem comprovar os leitores desta seção da Revista Esfinge, ao conhecer de primeira mão as mais recentes investigações científicas, às vezes extraordinariamente sofisticadas, às vezes muito simples, mas sempre surpreendentes. Devo reconhecer que de todos estes descobrimentos tenho uma especial predileção...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

Guardiões das grutas encantadas

Um dos símbolos mais multifacetados representado ao longo de toda a história da humanidade, e o animal mais complexo que a imaginação humana já criou. Existe algo de misterioso nestes seres fantásticos. Vemos figuras de dinossauros extintos, mas não exaltam nossa fantasia com tanta força. No subconsciente coletivo, algo perdura em relação a estes seres....

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

GRAFOLOGIA – AGATHA CHRISTIE

Agatha Christie foi reconhecida como uma das maiores escritoras de mistério de todos os tempos. Facilidade para comunicar suas idéias O grafismo é pequeno, a inclinação vertical, a união das letras em grinaldas e o nome diminui de tamanho. Revelam os rasgos que Agatha se fixa nos detalhes, é observadora, com muita agudeza intelectiva e...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

FISIOGNOMIA – GEORGE SAND

Armandina Lucila Aurora Dupin, romancista francesa 1804 – 1876, é sem duvida uma mulher controvertida; vestida de homem no Bairro Latino de Paris, numa época em que algo assim era quase um crime; divorciada; amante de Chopin; tudo transgrediu e tudo desfrutou. Seu rosto, tipo jupteriano, elemento terra, transmite retidão, força vital, idealismo, constância. Sabe,...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

CHISPAS CIENTÍFICAS – A MÚSICA DAS ESFERAS

Assegurando que podia perceber tal melodia, Pitágoras dizia que os astros, durante seus deslocamentos, emitiam certos sons harmônicos, aos quais a tradição havia dado o nome de Música das Esferas. Devido à excepcional qualidade humana e filosófica alcançada pelos pitagóricos, que sempre tiveram por modelos de vida, o feito de que Pitágoras ensinara a seus...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

VIVER SADIOS – CÂNCER DE MAMA (1)

Falar atualmente de câncer de mama não causa tanto medo como há alguns anos, pois embora seja o tumor mais freqüente entre as mulheres, e com sua incidência aumentando, é também um dos que oferece maior índice de sobrevivência, de 75% aos cinco anos do diagnóstico, graças fundamentalmente às melhoras na detecção e nos tratamentos....

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos
Post

Viver no ritmo 2

Uma ferramenta que facilita a vida e nos permite mais rendimento. Sempre consideramos o ritmo como uma qualidade inerente a algo, seja a música, a vida ou uma máquina (biológica ou mecânica). Agora, tentaremos nos aproximar do ritmo com outra perspectiva, não como uma qualidade, mas uma ferramenta, um poder que pode servir para melhorar...

10 de julho de 201510 de julho de 2015 - Artigos