Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Mar Português – Fernando Pessoa

Nova Acrópole / Poemas e Contos / Mar Português – Fernando Pessoa
Categoria:
Mar Português – Fernando Pessoa

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Mar Português – Fernando Pessoa


Nota Biográfica

Fernando Antônio Nogueira Pessoa nasceu em 13 de junho de 1888, em Lisboa,  Portugal. Foi poeta, filósofo, dramaturgo, ensaísta, tradutor, publicitário, astrólogo, inventor, empresário, correspondente comercial, crítico literário e comentarista político. No seu trabalho com a poesia, escreveu sob diversas personalidades – heterônimos, como Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro.





Se alguma das imagens usadas violar direitos autorais, favor entrar em contato conosco.