Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Saber Viver – Cora Coralina

Nova Acrópole / Poemas e Contos / Saber Viver – Cora Coralina
Categoria:
Saber Viver – Cora Coralina

Não sei… Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura… Enquanto durar

 

Saber Viver – Cora CoralinaNota biográfica

Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, mais conhecida como Cora Coralina, poetisa e contista brasileira, nasceu em Goiás no dia 20 de agosto de 1889. Começou a escrever aos 14 anos, e teve seus textos publicados no jornal em 1908. Apesar da vocação para a escrita, trabalhou por muitos anos vendendo doces para sustentar a família. E, somente em 1965, teve o seu primeiro livro publicado, intitulado O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais.


Se alguma das imagens usadas neste artigo violar direitos autorais, favor entrar em contato conosco.