Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

10 razões para visitar: Lisboa

Nova Acrópole / Artigos / 10 razões para visitar: Lisboa
Categoria:

1 – Alfama e Mouraria

Uma das áreas mais antigas de Lisboa. Sobre um terreno íngreme e sinuoso se estende um labirinto de ruas estreitas e calçadas nas quais encontraremos os encantos mais autênticos: os velhos edifícios, a roupa estendida nas sacadas, as tascas e a tênue iluminação noturna.

2 – Castelo de São Jorge

De provável origem visigótica, foi conquistado pelos árabes em 1147, como se pode apreciar no pouco que sobrou da Cerca Moura. Rodeado de vielas e jardins, próximo ao excepcional mirante de Santa Luzia de onde se pode desfrutar de uma visão espetacular da cidade.

3 – Catedral Sé

Mandada construir por Afonso Henrique, primeiro rei de Portugal, em 1150, sobre a principal mesquita de Lisboa. De estilo gótico, ainda restam vestígios de sua construção românica original. Nas recentes escavações arqueológicas de seu claustro se podem ver restos arquitetônicos da época romana.

4 – Bondes

A melhor forma de conhecer a capital portuguesa é percorrer Lisboa com os atraentes bondes. O melhor trajeto é o da linha 28, que corre entre São Vicente e os Jardins de Estrela, passando pela Rua da Conceição, em plena Baixa. Também é interessante a linha 12 que vai de São Tomé ao largo Martim Moniz.

5 – Baixa e Chiado

Estes dois bairros constituem o centro comercial de Lisboa. O traçado neoclássico se deve à reforma urbanista do famoso Marquês de Pombal após o terremoto de 1744. A animação diurna está garantida em suas numerosas ruas para pedestres onde encontramos comércio, café e belas livrarias.

6 – Elevadores

Uma das figuras emblemáticas da cidade são os Elevadores, um elevador e três bondes que transladam à Lisboa do início do século XX. São úteis para subir aos bairros altos da cidade. Destaque para o Elevador de Santa Justa e o Elevador da Glória, que oferecem uma vista espetacular.

7 – Bairro Alto

Certamente sempre um favorito dos amantes da vida noturna. Aqui podem-se encontrar bares e restaurantes que ficam abertos até tarde da noite. O Bairro Alto oferece também opções culturais como o Instituto do Vinho do Porto, os Museus de História Natural e da Ciência, e o Jardim Botânico.

8 – Torre de Belém

Construída na era das Descobertas pelo rei D. João II, quando a defesa da cidade era de extrema importância, em homenagem a São Vicente, patrono da cidade. Um dos melhores exemplos da arquitetura manuelina eleva-se orgulhoso junto à desembocadura do Douro, no bairro de Belém.

9 – Mosteiro dos Jerônimos

Também no bairro de Belém, este grandioso edifício de estilo manuelino foi construído no século XVI graças às riquezas geradas pelos descobrimentos. A Fachada do Meio-Dia é verdadeiramente espetacular. No interior do templo conservam-se os sepulcros de Vasco da Gama e Luiz de Camões.

10 – Áreas Ribeirinhas

Constituídas pelos antigos cais, mais conhecidos como Docas. Atualmente se converteram em uma das regiões mais animadas de Lisboa, onde podemos encontrar muitos bares e restaurantes. As casas de Fado, onde as pessoas podem saborear a excelente cozinha local e escutar música de Lisboa, são únicas.

Juan Adrada