Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

10 Razões para visitar Tarragona:

Nova Acrópole / Artigos / 10 Razões para visitar Tarragona:
Categoria:

1 – Torre Romana

Herança da original Tarraco, uma das cidades mais impressionantes do Mediterrâneo antigo. Integrada ao atual Museu Arqueológico, é um bom ponto de partida para conhecer a evolução urbanística da cidade desde suas origens romanas, passando por sua expansão medieval até sua configuração moderna.

2 – Muralhas Romanas

O passado histórico de Tarragona está presente em cada canto da cidade. Um belo exemplo do correr dos anos constitui o chamado passeio arqueológico ao redor de suas muralhas romanas, que na realidade só tem de romanas as suas bases. Sobre elas se fizeram construções dos séculos XIV e XVIII.

3 – Varandas do Mediterrâneo

Ainda que de pequenas dimensões, este passeio marítimo oferece uma bela vista panorâmica sobre a costa, que recorda o caráter eminentemente mediterrâneo e portuário desta cidade recentemente declarada pela UNESCO Patrimônio da Humanidade. O Sol e a brisa marinha deste lugar fazem maravilhas com o espírito.

4- Circo Romano

Construído no século I, foi o emblema da cidade e de sua importância como capital romana. Sepultado durante séculos sob as construções urbanas, as escavações trouxeram à tona construções grandiosas e em bom estado de conservação. Impressiona percorrer a galeria subterrânea e imaginar lá fora a gritaria da multidão.

5 – Anfiteatro

Também construído pelos romanos no século II, está situado em um lugar esplêndido, de frente para o mar. Até o final de seus dias serviu de divertimento com suas lutas de gladiadores. Uma infeliz construção visigótica do século VI e uma igreja românica recordam o martírio do bispo Frutuoso.

6 – Zona histórica medieval

Sem a monumentalidade dos edifícios romanos, destaca-se a Catedral Gótica e seu claustro, edificados entre os séculos XII e XIV. Também convêm visitar o antigo hospital, com sua entrada românico-gótica, o antigo mercado medieval, integrado em um moderno edifício, e os arcos góticos, vestígios do bairro judeu.

7 – Necrópole Paleocristã

Ainda que este tipo de lugar seja único no mundo, será uma ingrata surpresa descobrir que suas instalações estão fechadas ao público e podem ser vistas apenas de uma grade distante. Para te consolar, poderá pagar uma entrada exorbitante para visitar uma única sala com pobres restos arqueológicos e umas fotografias.

8 – Museus

Ainda que não sejam muitos, a maioria está montada com bastante imaginação. O palácio da família Castellarnau, do século XIV, conserva decorações e mobiliário de até o século XVIII. Também merecem uma visita a coleção de armas antigas, com exemplares dos séculos XVII a XIX, e o histórico do Porto de Tarragona.

9 – Fora da cidade

Os restos romanos se estendem por toda a província. O mais famoso é o aqueduto de Lês Ferreres, conhecido como A Ponte do Diabo, mas também são visitas imprescindíveis a vila e termas de Centcelles, a Torre funerária dos Escipiones, a vila de Altafulla, o Arco de Bará e as pedreiras do Medol.

10 – Espaços Naturais

Quase todos situados na costa, merecem atenção suas agrestes praias. A mais famosa talvez, a de Salou, popularizada pela construção em suas imediações do parque temático Port Aventura, não é entretanto das mais belas. Não deixe de visitar o delta do Ebro, um verdadeiro ecossistema cheio de vida.

Juan Adrada