Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

As filhas de Edward Bolt

Nova Acrópole / Artigos / As filhas de Edward Bolt
Categoria:

John S. Sargent, Museum de Belas Artes of Fines Arts, Boston

Sargent não é um pintor muito conhecido, mas é o mais célebre retratista do seu tempo. Estudou em Florença e Paris, e quando viajou à Espanha estudou profundamente a obra de Velázquez, seu conceito do retrato de grupo captado como cena cotidiana.

Em “As filhas de Edward Bolt” é assim como o interpreta: uma espécie de meninas modernizadas, com o mesmo formato quadrado, a determinação espacial estruturada também em grandes quadrados e retângulos, o jogo de luzes no ambiente.

O cenário foi dividido em três zonas delimitadas por linhas retas. A mais próxima, por sua vez, subdivide-se pelas linhas do tapete, sobre o qual a menina menor brinca com a sua boneca. Na esquerda está emoldurada a outra menina, numa posição reta que segue a linha da parede; no espaço maior, as duas filhas maiores. Tudo são linhas retas: uma filha está de frente, como a irmã da parede, mas a outra, de perfil, traz com sua postura a única linha curva do quadro. Outro detalhe de Velásquezvelazquenho: seu rosto fica na sombra e, frente àa ela, um espelho ou janela proporciona um sinal de luz na negritude da habitação.

Sargent brincou com a palheta colorida sabiamente, envolvendo a cena numa estranha atmosfera de mistério: tudo é frio e consoante. Sobre Naa parede marrom, a menina do vestido marrom, cor que continua no chão. NoSobre o tapete azul, a menina do vestido azulado; marrom e azul ficam num mesmo ângulo, as duas cores, uma junto àa outra. A roupa das meninas do fundo negro também é negra, apenas destoando a cor dos seus aventais.

CA cCena fantasmagórica para quatro personagens com algo de fantasma, o que hoje nos poderia lembrar filmes do tipo “Os Outros”. É quase difícil imaginar essas meninas rindo, correndo, brincando. São figuras de uma cena petrificada no tempo, em seu 1882. Precisamente por isso o quadro emana um encanto especial, subjugasubjuga como um segredo revelado; é como uma porta aberta, de repente, nosobre o tempo.

Mª Ángeles Fernández