Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Galileu Galilei: A revolução da ciência

Nova Acrópole / Artigos / Galileu Galilei: A revolução da ciência
Categoria:

A maior sabedoria que existe é conhecer a si mesmo. (Galileu Galilei)

É cConsideradoram-lhe o pai da Física moderna. Elaborou e provou toda uma metodologia nova para esta ciência, baseada na definição de princípios gerais formulados matematicamente, dos quais deduzia conseqüências que comprovava experimentalmente.

Nasceu em Pisa (Itália) em 1564 (ano da morte de MichelângeloMichelangelo) e morreu em 1642 (ano do nascimento de Newton). Desde tenra idadecedo despontavam suas qualidades, tanto mentais como manuais. Seu pai, Vincenzo Galilei, era um bom músico com formação humanista. Podemos deduzir a educação que Galileu recebeu pelas seguintesor estas palavras de seu pai: “Me pParece-me que aqueles que apenas se baseiam em argumentos de autoridade para manter suas afirmações, sem buscar razões que as apóiem, agemtuam de forma absurda. Desejaria poder questionar livremente e poder responder livremente sem adulações. Assim se comporta aquele que busca a verdade”.

Galileu seguiu o conselho de seu pai e começou a cursar medicina com 17 anos na universidade de Pisa. Foi expulso dessa universidade no terceiro ano, principalmente por sua atitude de livre pensador.

Depois decidiu trocar a medicina pelo estudo da matemática sob a tutela do matemático Ricci, perito em fortificações. Seu notável talento se fez evidente com um ensaio sobre o centro de gravidade dos sólidos.

Quando ainda estudava em Pisa, observou a regularidade com que oscilava uma lâmpada na catedral. Apenas pôde esperar chegar em casa para experimentar com bolinhas de chumbo atadas a fios de diferentes longitudes. Esta observação conduziu à invenção do pêndulo, usado nos relógios e outros instrumentos para medir o tempo com precisão. Como estudante teve uma mente curiosa e tinha fama de competidor.

Aos 25 anos foi nomeado professor de matemática da universidade de Pisa, onde prosseguiu sua busca à verdade, analisando as teorias científicas de Aristóteles mediante a aplicação da matemática e das observações experimentais.

Criou o conceito de aceleração que a física moderna usa (a aceleração é o incremento da velocidade por unidade de tempo) e o conceito moderno da fricção e a inércia com relação aos objetos em movimento.

Galileu foi um rebelde em muitos sentidos. Se nNegava-se a usar as roupas acadêmicas que seus colegas usavam, aduzindo alegando que dificultavam desinecessariamente seus movimentos. Por não usá-las, viu-se obrigado a pagar várias multas, até que foi despedido da faculdade de Pisa.

Depois criou uma oficina para fabricar instrumentos como bússolas magnéticas, termômetros e telescópios. Também chegou a ser perito na construção de fortificações militares.

A partir de 1604, avivou seu interesse pela astronomia. Alguns anos depois, aperfeiçoou o telescópio, podendo realizar observações que mudaram definitivamente a imagem do sistema solar. As principais descobertas de Galileu com a ajuda do telescópio foram as manchas solares e as quatro luas de Júpiter. Também observou as montanhas e crateras da lua e que a Via Láctea eraestava composta por de estrelas. Descobriu que o universo não era fixo nem imutável como acreditavam seus contemporâneos, pois apareciam ante sua vista novas estrelas que logo desapareciam; que os planetas Vênus e Mercúrio se moviam também ao redor do Sol e que este girava sobre seu eixo. Em dezembro de 1610 pôde observar as fases de Vênus, que contradiziam com a astronomia de Ptolomeu e confirmavam sua aprovação sobre as teorias de Copérnico.

No início de 1616, os livros de Copérnico foram censurados por decreto, e o cardeal jesuíta Roberto Belarmino deu instruções àa Galileu para que não defendesse o conceito de que a Terra se movia. Galileu guardou manteve silêncio sobre o tema durante alguns anos e continuou investigando. Até que em 1632 foi chamado à Roma pela Inquisição para processá-lo sob a acusação de “grave suspeita de heresia”.

Na sala de honra do convento de Santa Maria Sopra Minerva, numa quarta-feira dia 22 de junho de 1633, foi obrigado a confessar publicamente um erro que o não era erro: “Eu, Galileu Galilei, abandono a falsa opinião de que o Sol é o centro (do Universo) e éestá imóvel. Renuncio, maldigo e condeno os ditos erros”. A lenda conta que quando se pôs de pé murmurou em seu íntimo: “E pur si muove”: E no entanto, no entanto (a Terra) se move (ao redor do Sol).

Após este injusto julgamento, Galileu foi condenado àa prisão domiciliaária primeiro em Siena e depois nos arredores de Florença, mas nunca deixou de investigar. Os últimos quatro anos da sua vida passou completamente cego devido, certamente, à observação contínua das manchas solares.

Morreu em 8oito de janeiro de 1642, quando trabalhava com seu filho na revisão de um relógio com pêndulo regulador. A Inquisição se negou a permitir a realização de um funeral público. Em outubro de 1992, uma comissão papal reconheceu o erro do Vaticano.

Na sala de honra do convento de Santa Maria Sopra Minerva, numa quarta-feira dia 22 de junho de 1633, foi obrigado a confessar publicamente um erro que não era erro: “Eu, Galileu Galilei, abandono a falsa opinião de que o Sol é o centro e está é imóvel. Renuncio, maldigo e condeno os ditos erros”. A lenda conta que quando se pôs de pé murmurou em seu íntimo: “E pur si muove”: E no entanto, no entanto (a Terra) se move (ao redor do Sol).

Julián Palomares