Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Investigação Científica – Tudo é energia…

Nova Acrópole / Artigos / Investigação Científica – Tudo é energia…
Categoria:

Sim, faz 50 anos que Albert Einstein demostroudemonstrou cientificamente que a matéria é energia, neste momento nos permitimos parafraseá-lo, apesar de ter sido um dos mais famosos defensores do desarmamento e da eliminação das armas nucleares. E nos nossos tempos, além deas armas convencionais que lançam projéteis, também existem armas que não utilizam matéria, e simmas energia.

Estas armas não são, nem muito menos, invenções modernas produto da violência dos séculos XX ou XXI, pois já na mitologia greco-romana Zeus-Júpiter utilizava o raio como arma de poder, ou o relâmpago, que foi outorgado pelos cíclopesciclopes. O relâmpago foi também a arma de Teshub, deus do céu nas mitologias hitita e hurrita. Na mitologia nórdica, a lança de Odinín também produz o raio, sendo seu filho Thor o deus que utiliza o trono e o raio.

Saindo da mitologia, podemos citar Arquimedes, criador do “espelho de fogo”, um espelho parabólico com a longitude focal variável, que era capaz de concentrar a luz do sol e fazer arder a frota romana na invasiãoinvasão de Siracusa.

Já na em nossa época, Nikola Tesla, um dos pioneiros da tecnologia do rádio e televisão electrônicoseletrônicos, gerou o primeiro raio elétrico artificial em 1890. Posteriormente, trabalhou num “raio da morte” à maneira de Arquimedes. Ofereceu esse invento aos E.U.A.EUA, que o rechaçouaram pensando que ele havia enlouquecido. Espiõeãos russos trataram de roubá-lo, e seus experimentos estiveram classificados como secretos até a década de 80. Ao que parece, tratava-se de usar luz ultravioleta para ionizar um caminho de plasma no ar até um objetivo para sua arma de feixe de partículas electrônicaseletrônicas.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas investigaram sobre as armas atômicas e radiológicas. Diz-se que estiveram investigando no Tibete e na Índia, com a esperança de encontrar as poderosas armas mencionadas no Mahabharata. Estas armas radiológicas, também chamadas “armas sujas”, têm como objetivo difundir contaminação radioativa na zona escolhida mas, mas, militarmente, consideram-se de escasso uso por sua demora em atuar e a impossibilidade de ocupar os territórios conquistados. Apesar de tudo, diz-se que o exército de Saddam Hussein as experimentou em 1987 durante a guerra contra o Irã. Teria sido seu único uso? Seria como arma terrorista para provocar o pânico em zonas amplamente povoadas.

Entre as armas de energia podemos enumerar as seguintes:

• Laser. Utilizam breves pulsos de alta energia: a energia de um raio laser é similar à de 200 gramas de explosivo.

• Eletro-laser. Um eletro-laser permite que ocorra o blooming e depois envia uma descarga elétrica de grande alcance debaixo da pista ionizada condutora do plasma assim formado, como o relâmpago.

• Maser ou laser de microondas. Enviam uma radiação eletromagnética na região das microondas que pode causar uma dor extrema na pele de um ser vivo, fazendo com que as moléculas de água alcancem 55 ºC.

• Laser ultravioleta, outra arma não letal, também com o objetivo de paralizarparalisar à distância um animal (ou um homem). De fato, já se vende esta arma em Erro! A referência de hiperlink não é válida. .

• Armas sônicas ou ultra-sônicas. Usam o som para fazer malferir, incapacitar ou matar um oponente. Podem romper os tímpanos, causando uma dor extrema, desorientação, pânico ou enjôos, e em geral pertenecempertencem à ficção científica, com exceção das utilizadas debaixo d’água, como uma medida contra mergulhadores.

• Pistolas de raios, as mais freqüentes na ficção científica, desde a época da Guerra dos Mundos de H.G. Wells em 1898. Lançam raios que podem ser um laser, uma emissão de partículas ou um feixe de plasma.

• Outras armas energéticas que ainda fazemormam parte da ficção científica: campos eletromagnéticos que fazem com que as células cerebrais produzam histamina, gerando enjôos e náuseas. Ou o “rifle de pulsos” que aparecia nos filmes “ÁAlien” ou “O Exterminador do Futuro 2”.

Para saber mais:

Erro! A referência de hiperlink não é válida.

Erro! A referência de hiperlink não é válida.

Juan Carlos del Río