Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Prêmio da Fundação para a Inovação Altran

Nova Acrópole / Artigos / Prêmio da Fundação para a Inovação Altran
Categoria:

O prêmio, edição 2004, foi para o Engenheiro Bob van Eijk, do Projeto da Escola Secundária de Investigação Astrofísica com Raios Cósmicos (HISPARC) da Holanda.

Um instituto de investigação holandês da Universidade se propõe a desafiar equipes de alunos e professores da escola secundária a propósito do estudo dos raios cósmicos de energia ultra-alta. A HISPARC deseja promover a experimentação científica criando uma rede de ensino de equipes de alunos-investigadores.

Em coordenação com as instituições acadêmicas e científicas, esses grupos trabalharão no desenho, controle e operação de elementos da equipe de detecção. A obtenção desses dados e sua análise serão objeto de interpretação. Essa inovação em práticas de ensino servirá para tirar o vazio existente entre a educação teórica e a experimentação científica.

A HISPARC procederá inicialmente à construção, por parte dos estudantes das escolas secundárias, de um detector de partículas (um plástico cintilante unido a um oscilador e a um GPS digitais para o controle do tempo) para as medidas locais. Esses estudantes devem entender a física e a tecnologia ligadas à transformação de um fenômeno físico em um sinal eletrônico. Ao mesmo tempo, globalmente, devem compreender como correlacionando dados entre diversas localizações se pode obter um conhecimento mais amplo sobre um fenômeno, como, por exemplo, a relação entre uma explosão de raios cósmicos e a atividade solar. Isso se consegue mediante a participação da rede de escolas, que tem uma alta densidade em uma área urbana de 10 km2, podendo instalar-se detectores em toda a zona. É uma maneira eficaz de detectar bombardeios de partículas relacionadas com um mesmo raio cósmico.

O projeto já tem 5 grupos de trabalho nos Países Baixos que abarcam mais de 35 estações detectoras e recebeu o patrocínio do NIKHEF, Instituto de Física de Alta Energia dos Países Baixos. O professor Veltman, ganhador do prêmio Nobel, falou positivamente deste projeto durante uma palestra em Bruxelas a propósito da oficina “Incrementando os Recursos Humanos na Ciência e a Tecnologia na Europa”.