Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Sede Caxias do Sul da Nova Acrópole comemora 19 anos

Sede Caxias do Sul da Nova Acrópole comemora 19 anos

Caxias do Sul

Categoria:

Na terça-feira, dia 29 de Setembro, professores, alunos, voluntários e amigos da sede Caxias do Sul/RS celebraram os 19 anos de trabalho filosófico na cidade.

Sede Caxias do Sul da Nova Acrópole comemora 19 anos

 

A comemoração ocorreu de forma virtual, mas o sentimento era de que todos estavam juntos. Momentos artísticos, brindes, convivência, amizade e muita emoção marcaram este encontro. A celebração foi coroada pela comovente participação do artista e amigo da escola, Lúcio Yanel.

 

 

 

 

Uma das principais características da Filosofia em Nova Acrópole é viver na vida diária os ensinamentos dos grandes filósofos da história. Respaldados nesta premissa, alunos e voluntários contaram, através de depoimentos, exemplos em suas vidas onde puderam exercitar ou refletir sobre o que aprendem.

foto depoimento gustavo

 

O professor da Nova Acrópole, Gustavo Massen, conta que conheceu a instituição através do site em 2009, porém demorou um ano para entrar em contato e “assim tem sido nos últimos 11 anos”, diz. “O que me faz permanecer em Nova Acrópole é saber que esta escola ensina como encontrar o sentido para a vida. Desde então, tenho me dedicado a encontrar este sentido aos poucos, assim como tenho compartilhado com muitos idealistas esta mesma busca. O que mais me fascina é ver tantas diferenças enriquecedoras em tantos seres humanos e ao mesmo tempo um compartilhar no fundo dos seus corações dos mesmos ideais de fraternidade e sabedoria. Estes ideais que estiveram presentes nas épocas mais fantásticas da humanidade e nunca deixaram de existir nos momentos mais dolorosos”.

 

foto depoimento marciaUma atividade de voluntariado no parque da cidade foi a forma pela qual Márcia Garbin conheceu a Nova Acrópole. “Estava em busca de um sentido maior, de voltar a estudar e me interessar por assuntos diferentes, que provocassem questionamentos e me fizessem evoluir. Sempre me interessei pela filosofia, mas nunca parei para aprender realmente. Estava diante de uma grande oportunidade! Ao mesmo tempo, estava vivendo um turbilhão emocional com a quase morte do meu pai. As aulas seriam uma maneira sadia de ocupar a mente, procurar entender mais o sentido da vida, fazer novos amigos, aprender e espairecer. Foi um momento incrível de descobertas! E ainda está sendo!”.

foto depoimento tati

 

A professora Tatiana Abreu também fala sobre seus 13 anos de Nova Acrópole: “Neste tempo todo eu tenho aprendido que todo dia é uma grande oportunidade de crescimento e de desenvolvimento. Para mim, me toca muito a oportunidade e a possibilidade de transformar o mundo. Nós sabemos que cada um de nós, se transformando, transforma também o mundo ao seu redor. Tenho percebido esse desenvolvimento em busca das virtudes, a aproximação delas a cada dia, e também a possibilidade de tocar o coração de outras pessoas, fazendo com que a esperança nunca desapareça. Que este aniversário seja mais um momento de nós lembrarmos que o sol está dentro de nós e que é possível iluminar a todos com esse sol interior”.

 

foto depoimento sidinei

 

O estudante Sidnei Cunico relembrou que conheceu Nova Acrópole na Semana da Filosofia, em 2013. “Ao longo deste tempo a Nova Acrópole tem sido para mim um caminho de ‘encontro’ (ou seria reencontro?) comigo mesmo, com o papel de nossas vidas neste mundo, com a responsabilidade do papel do ser humano. Com os ensinamentos e vivências amadureci como pessoa e encontrei mais sentido na minha existência; me tornei um pouco melhor do que eu era, mas esse pouco é muito significativo para mim. Posso considerar como uma experiência viva, real e sólida de uma sociedade ideal, onde o ser prevalece sobre o ter, onde a vida encontra sentido. Ali estudamos e praticamos a filosofia, sim, porque esta não deve ser apenas aprendida, precisa necessariamente ser praticada”.

 

foto depoimento marina

 

 

Para a professora da Nova Acrópole, Marina Poloni, “o que me fez permanecer é ter encontrado uma trilha de desenvolvimento e construção interior autêntica, que me permite, ao passo que vou conhecendo e desenvolvendo a mim mesma, ir aprendendo a melhorar meu entorno e a servir ao propósito para um mundo melhor. Nova Acrópole me ensinou e segue me ensinando algo muito valioso: o caminho da virtude”.

 

 

 

Tags: Sarau