Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Em memória ao Filósofo Giordano Bruno

Nova Acrópole / Em memória ao Filósofo Giordano Bruno
Em memória ao Filósofo Giordano Bruno

Curitiba

Categoria:

Ocorreu na sede da Organização Nova Acrópole de Curitiba, do dia 15 ao dia 18 de fevereiro, uma semana de atividades em homenagem ao filósofo renascentista Giordano Bruno.

No dia 15 aconteceu a palestra Giordano Bruno: Vida e Obra, ministrada pelo professor Marcelo Silveira. Dia 16 foi a vez da palestra A Arte da Memória em Giordano Bruno, ministrada pelo professor Oscar Guimarães. E no dia 18, realizou-se um diálogo sobre a importância do resgate da filosofia clássica no período renascentista e como ela influenciou o pensamento de Bruno.

Todos os anos, ao redor do dia 17 de fevereiro, a Nova Acrópole oferece palestras e atividades em recordação ao dia da morte deste homem sábio, que em 17 de fevereiro de 1600 foi assassinado na fogueira do preconceito, da ignorância e da superstição.

Giordano Bruno, que viveu no final do século XVI da era cristã,  dominou, como alguns dos antigos filósofos da Grécia clássica, boa parte do conhecimento religioso, científico e artístico de sua época.

Em um período de grande obscurantismo medieval, o sábio rebelou-se contra todas as amarras que seguravam a luz da razão e da ciência investigadora. Buscou respostas às grandes perguntas humanas, de “quem eu sou, de onde vim e para onde vou”, e após não encontrá-las no seu meio circundante, realizou um longo peregrinar que o levou até o Oriente, chegando possivelmente até as portas do Tibete Sagrado.

Retornou à Europa com grandes conhecimentos acerca dos mistérios do Homem, da Filosofia e do Universo. Esteve em muitos países da Europa ministrando aulas nas mais renomadas Universidades e seu conhecimento e fama rapidamente se difundiram por toda a Europa. Passou a viver sempre um passo à frente da Inquisição, até quando finalmente foi preso e então passou sete anos na terrível prisão El Piombi, em Veneza, abaixo do nível do mar. Após este período, estando quase um cadáver humano, foi levado à fogueira. Quando a sua sentença de morte lhe foi anunciada ele se dirigiu aos seus juízes dizendo: Talvez vocês, meus juízes, pronunciem esta sentença contra mim com maior medo do que eu a recebê-la.

Todos os anos Organização Nova Acrópole de Curitiba homenageia esse grande filósofo que iluminou seu século de trevas com a luz do Saber.

Em memória ao Filósofo Giordano Bruno

Em memória ao Filósofo Giordano Bruno

Em memória ao Filósofo Giordano Bruno

 

 

Tags: Diálogos | Exposição | Palestra