Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

XIV Semana da Filosofia – Leonardo da Vinci: 500 anos de um legado extraordinário

XIV Semana da Filosofia – Leonardo da Vinci: 500 anos de um legado extraordinário

Joinville

Categoria:

A XIV Semana da Filosofia promovida pela Nova Acrópole homenageou Leonardo da Vinci e o movimento filosófico cultural da Renascença.

A Nova Acrópole de Joinville realizou suas atividades no Teatro do Ballet Bolshoi entre os dias 18 e 20 de novembro, e levou ao público presente um ciclo de três palestras diárias de quinze minutas cada, as quais ressaltaram a filosofia, a arte e a ciência dentro do Renascimento, os principais personagens do movimento e o simbolismo e genialidade da obra e vida de Da Vinci.

No dia 18, o professor Fernando César Soares falou sobre “Os Motores do Renascimento”, destacando o florescer cultural na Europa medieval, entre os séculos XIV e XV. Também destacou a importância da família Médici no processo, sobre a cidade italiana de Florença e sobre os filósofos Gemistos Plethon, Marsílio Ficino e Pico dela Mirandola.

Na sequência, o professor Daniel Saramento explicou a virada histórica que significou o Renascimento, pela mudança de mentalidade que o movimento perpetuou, resgatando o Homem como ser integrado à Natureza, de encontro à ideia do homem pecaminoso da Idade Média, e fazendo-o participar de todas as áreas da vida, da arte e da ciência.

Encerrando este dia, a palestrante Denise Suzuki comentou sobre o legado que o Renascimento nos deixou, justamente nos campos mencionados acima, principalmente representados pela chamada Tríade do Renascimento: Leonardo da Vinci, Rafael Sanzio e Michelangelo.

O dia 19 foi dedicado exclusivamente a palestras sobre Leonardo da Vinci (1452 – 1519). A professora Ana Lúcia Rosa apresentou a vida do homenageado. O professor Alexsandro Cordeiro destacou as várias facetas de Da Vinci, como artista, cientista e filósofo. E o professor Andrey Pedro Lefkum explanou sobre a influência de Leonardo em nossa modernidade.

E no dia 20, finalizando o ciclo de apresentações, os palestrantes falaram sobre o que o mundo atual pode ainda aprender e aplicar dos ensinamentos do Renascimento. Coube ao professor João Marcos Sampaio explicar sobre as características da educação da nossa era moderna que não permitem renascermos como seres humanos em sua integralidade. O professor Gustavo E. Elling de Oliveira palestrou quanto às recomendações renascentistas para nosso mundo. Por fim, o professor Fernando Soares falou sobre um novo Renascimento que surge com a Educação Filosófica.

Iago Dourado, que assistiu às atividades, comenta que sentiu-se surpreendido sobre a homenagem deste ano: “O que me surpreendeu foi a profundidade como foi tratado o tema Leonardo da Vinci”. Também Oseias Felipe Severino, comentou: “O ‘Renascer’ pode ser possível. Temos que nos esforçar para aplicar essa nova maneira de ver o mundo. Isso foi o de mais importante que aprendi”.

A Semana da Filosofia é realizada anualmente em todas as sedes de Nova Acrópole em 60 países, em celebração ao Dia Mundial da Filosofia, instituída pela UNESCO em 2005, para lembrar a data do último dia de vida, ensinamento e exemplo de coerência filosófica de um dos maiores filósofos da humanidade, o grego Sócrates.

Tags: Semana da Filosofia