Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

XIV Semana da Filosofia – Leonardo da Vinci: 500 anos de um legado extraordinário

XIV Semana da Filosofia – Leonardo da Vinci: 500 anos de um legado extraordinário

São Paulo - SP - Jardim Paulista

Categoria:

Nesta sexta feira, 22 de novembro, aconteceu na Organização Nova Acrópole de São Paulo – Jardim Paulista, o terceiro dia do ciclo de palestras da XIV Semana da Filosofia em homenagem aos 500 anos do gênio Leonardo da Vinci. O tema proposto neste dia foi “Leonardo da Vinci e o Ideal do Homem Universal”.

A palestrante Fabíola Demétrio iniciou contando um pouco sobre a vida do gênio e como ele era um homem gentil, bondoso, amante dos animais e da vida. Muito curioso por todo o universo que o rodeava e com sede por conhecimento, durante sua vida buscou através de textos clássicos de grandes filósofos sanar suas dúvidas sobre os pequenos mistérios da vida.

Através da geometria sagrada, a palestrante mostrou a todos como que a Ordem e a Harmonia, e toda a Beleza que está presente no Universo também estão presentes dentro de cada um de nós, tal como o princípio hermético de correspondência assim como é acima é embaixo.

E é através desta visão inteligente de vida que podemos chamar Leonardo da Vinci de Homem Universal. Em absolutamente tudo o que fazia, o gênio buscava unificar as coisas; fosse reunir diversos tons de cores para expressar a Beleza em suas obras ou diferentes peças, transformadas em uma só para uma de suas grandes máquinas. Ele via além da forma, enxergando assim a essência que há por trás de tudo e a união de todas as coisas.

Todos nós somos parte desta mesma Harmonia. “Viver de acordo a um arquétipo, como a Beleza, é uma escolha. Apesar das dificuldades do mundo de hoje, viver um Ideal é um ato de coragem, é encontrar um sadio sentido, uma forte e nobre finalidade pelo qual viver”, completa Fabíola.

‘’Se Da Vinci escolheu viver em busca do Belo e fez de sua vida uma experiência única, repleta de descobertas, porque não nos inspirarmos nele? Todos nós podemos ser gênios. Basta que sonhemos alto! E porque não começar agora?” – comenta Giovanna Bressiani, ao final, visitante que assistia à palestra.

Tags: Semana da Filosofia