Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Demonstração da Arte Marcial da espada japonesa – I Ai Do

Nova Acrópole / Demonstração da Arte Marcial da espada japonesa – I Ai Do
Demonstração da Arte Marcial da espada japonesa – I Ai Do

Taubaté

Categoria:

O espaço de eventos do Taubaté Shopping foi palco de uma demonstração de I Ai Do, a arte marcial da espada japonesa, nesse domingo, dia 20 de Março, as 17h. Promovida pelo Instituto Internacional de Artes Marciais Filosóficas Bodhidharma, a atração fez parte do Festival da Cultura Japonesa, um festival com o objetivo de homenagear essa cultura milenar, além de difundir as artes, as tradições, os hábitos e os costumes desse povo.

Quem visitou o Taubaté Shopping no último domingo, 20 de março, deparou-se com o centro de compras decorado em estilo oriental. Pelos corredores era possível encontrar leões guardiões, lanternas, leques, um grande Buda dourado e até alguns samurais. Estes últimos se tratavam de praticantes de I Ai Do, devidamente trajados como os antigos guerreiros, portavam inclusive as lendárias espadas japonesas, as Katanas.

O I Ai Do é uma arte marcial filosófica e o estilo apresentado foi o Shinto Ryu Budo, que promove uma melhor concentração, atenção e memória, além de treinar o corpo, cultivar o Ki (Energia Vital), lapidar e formar o caráter. Segundo o fundador, Hibino Raifu (1864 – 1948), cultivar o caráter de uma pessoa permite que esta viva em condição de Ryoofuu meigetsu (brisa suave e lua clara, que representam a serenidade do espírito livre de turvamento), ainda que esteja exposta às tempestades da vida e aos tremores do céu e da terra. Esta é a verdadeira essência do Shinto Ryu Budo.

Os estilos apresentados foram: I Ai Do, um estilo mais cerimonial, onde o conceito de espada espiritual é trabalhada contra os inimigos internos; Iai-Batto-Jutsu, um estilo que treina o corte certeiro e perfeito, objetivando ao treino da espada como manifestação da vontade contra inimigos externos; e o Kenbu-Do, uma demonstração desta arte marcial como uma dança guerreira, que apresenta a espada desembainhada acompanhada do canto japonês Gin-ei.

O público ficou empolgado e atento ao espírito guerreiro que emanava dos praticantes. Muitos ficaram curiosos com a história do estilo e das espadas japonesas, as Katanas. Dinah Vieira, praticante do Instituto Bodhidharma disse que “é uma experiência fantástica poder apresentar um pouco da filosofia das artes marciais para as pessoas. Todos são bem curiosos com a cultura e filosofia oriental e essa foi uma excelente oportunidade”. A demonstração durou cerca de trinta minutos e aconteceu ao lado do grande Buda dourado.

O Instituto Bodhidharma faz parte da Organização Internacional Nova Acrópole. A sede Taubaté oferece, além das aulas de I Ai Do, o Nei Kung, uma arte marcial integral, voltada para a formação humana. O resgate do caminho das artes marciais filosóficas faz parte da proposta de Nova Acrópole, presente em mais de 50 países, onde realiza um importante trabalho de resgate da cultura e do humanismo.

 

Tags: Exposição | Nei Kung