Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Praça de Taubaté é restaurada em ação de voluntariado

Praça de Taubaté é restaurada em ação de voluntariado

Taubaté

Categoria:

Uma ação de voluntariado conduzida pela Escola de Filosofia à Maneira Clássica Nova Acrópole, restaurou a Praça 8 de Maio, localizada no centro de Taubaté.

A atividade foi propositalmente realizada no dia 8 de maio e contou com voluntários e alunos da instituição, que limparam, lixaram e pintaram os bancos, guias e o monumento central da praça.

Alguns funcionários responsáveis pela limpeza da cidade passaram pelo local e se emocionaram com a ação: “Ficamos felizes e lisonjeados ao ver pessoas se dedicando a fazer o que fazemos, pois isso não só nos ajuda, como permite que os demais percebam o valor de preservarmos o que é nosso”.

A Praça 8 de Maio faz homenagem ao “Dia da Vitória”, que é mundialmente comemorado no dia que dá nome à praça e que referencia o fim da Segunda Guerra Mundial, já que em 8 de maio de 1945 houve assinatura de rendição da Alemanha nazista.

No meio da praça, há uma escultura em homenagem a todos os militares brasileiros, que lutaram neste grande conflito que marcou nossos tempos. Há também um mastro de bandeira, onde há tempos, nos dias 8 de maio, era hasteada a Bandeira do Brasil enquanto se entoava o Hino Nacional Brasileiro e a Canção da Força Expedicionária Brasileira, a tropa militar que marchou pela Europa e que libertou várias cidades do domínio nazista. “Eu gostaria muito que esse evento cívico voltasse a ser realizado. Lembro que meu pai sempre me trazia para assistir. Obrigado por estarem cuidando do nosso patrimônio”, disse uma das pessoas que passava pela praça e fazia questão de agradecer aos voluntários.

Vale ressaltar que embora a data 8 de maio represente essa importante comemoração, há um outro evento histórico que marca esse mesmo dia. Em 8 de maio de 1891, faleceu Helena Petrovna Blavatsky, filósofa russa que legou-nos um vasto trabalho filosófico, resgatando os conceitos profundos do Ser Humano e de sua interação com o Universo, com base na sabedoria ocidental e oriental.

Num período em que viajar era uma tarefa bastante complexa, ela percorreu, ao longo de mais de 17 anos e em diversos países, templos, monastérios, comunidades e culturas das mais distintas. Como resultado, ela publicou diversas obras que trazem um pouco mais de luz em meio a tempos tão confusos como o que vivemos.

A Organização Internacional Nova Acrópole, há 63 anos e presente em mais de 50 países, tem como pilares a Filosofia, a Cultura e o Voluntariado e busca por meio de uma educação formativa permitir que as pessoas sejam mais virtuosas e consequentemente mais felizes.

Tags: Ação Social