Bem vindo(a)! Você pode filtrar informações específicas da sede mais próxima de você, através da caixa à direita:

Dom Quixote de la Mancha

Nova Acrópole / Livros recomendados / Dom Quixote de la Mancha
Categoria:
Dom Quixote de la Mancha

Uma excelente história para quem quer conhecer um pouco mais sobre idealismo. A trama trata de dois personagens principais, Dom Quixote, flor da cavalaria andante, idealista, enamorado e buscador de coisas elevadas, muito característico da parte mais nobre da natureza humana e seu fiel escudeiro, Sancho Pança, rústico e  materialista, muito próprio de uma natureza mais animal.

Dom Quixote de la Mancha

É uma leitura que nos divide, pois em alguns momentos nos identificamos mais com Dom Quixote em suas ideias de nobreza e honra, e em outros nos tendenciamos a pensar como Sancho, julgando como disparates as ações de seu amo. E vamos percebendo nossas tendências diante dessas figuras…

Algo muito interessante e filosófico que podemos perceber, é a forma como se desenrolam as aventuras de nosso cavalheiro. Cervantes nos coloca a refletir sobre qual seria o melhor a se fazer diante das aventuras, pois se de um lado temos uma visão mais cética dos personagens secundários, e nela Dom Quixote é um louco, por outro lado, nas entrelinhas, essas mesmas ideias nos parecem vulgares, materialistas e até cruéis em alguns pontos. Diante disso, pensamos: Quem de fato é louco? Pois se Dom Quixote se mete em maus lençóis, ao menos se coloca por nobres ideais, mesmo que isso tenha seus custos.

A história nos remete a esses pensamentos, de algo que tenhamos como certeza de ser correto e acertado, mas que talvez não tenhamos de fato refletido sobre o sentido daquilo que fazemos. Nesse caso, quem seria o mais louco?

 

Sobre o Autor: Dom Quixote de la Mancha

Miguel de Cervantes viveu entre 1547-1616. Foi um escritor espanhol; entre suas obras temos novelas, poesias e teatro. Sua obra prima, Dom Quixote de la Mancha, é considerado um dos grandes expoentes da literatura espanhola.

“Quem perde seus bens perde muito,
quem perde um amigo perde mais,
mas quem perde a coragem, perde tudo.”



Se alguma das imagens usadas neste artigo violar direitos autorais, favor entrar em contato conosco.