Oficina de cerâmica

Por São Paulo - São Caetano do Sul ABC

A Nova Acrópole ABC – São Caetano do Sul, no dia 22 de outubro, realizou mais uma aula da oficina de cerâmica.

“Não é só um fazer”, coloca-nos Luciana, aluna da Nova Acrópole há 4 anos. “Há uma filosofia por trás, e assim vamos trabalhando o nosso interior no processo de aprendizagem.”

Assim era realmente concebida a Arte da Cerâmica na Antiguidade Clássica. Uma arte manual, que quando realizada com conhecimento e participação consciente de quem a fazia, unia-se aos esforços da Filosofia do “Conhece-te a ti mesmo”. Logo, conhecimento e consciência na direção do movimento das mãos, quando feito de forma refletida, podem aprofundar no conhecimento de nós mesmos.

“Justamente este exercício é importante neste momento de nossa história em que tudo é maquinal, já está pronto, e as nossas mãos pouco se envolvem”, afirma a instrutora da atividade, Vera Luz. “Tudo está muito rápido, e a modelagem em cerâmica nos ajuda focarmos a atenção no planejamento e na correta execução do que escolhemos fazer bem.”

Eis a importância do ecletismo na Educação que forma e não só informa. Há uma técnica que se melhora com o tempo, mas o importante é cada aluno ir conhecendo os elementos de sua própria natureza. “De um aluno para outro vamos observando características de tranquilidade ou ansiedade, de busca de perfeição etc.” observa Vera. “Ou seja, a evolução dos alunos e uma ‘perda de timidez’ em expressar algo de sua alma no material com que se trabalha.”

Atende-se assim a um quesito fundamental da Filosofia como Arte para Viver: possibilitar que cada participante coloque algo de sua riqueza interior em tudo o que realize.