Nova Acrópole Copacabana inaugura o ano com muitas palestras

Por Copabana

Na primeira quinzena de janeiro, a sede Copacabana da Nova Acrópole realizou uma série de oito palestras, dando boas vindas ao ano de 2023.

Na segunda-feira, dia 9, os temas abordados foram: “O Enigma de Deus” e “Vida e Morte”, tratando de questões sobre a geometria sagrada, a inteligência que está por detrás de todas as coisas e a influência de Platão na condução de uma vida virtuosa segundo a ideia dos arquétipos.

Na terça-feira, dia 10, o público presente ouviu a história de Helena Petrovna Blavatsky e sua contribuição nos estudos fundamentais de Nova Acrópole. No mesmo dia, a palestra sobre a felicidade trouxe a diferença entre prazer e felicidade, reiterando o conceito de que a vivência das boas práticas é o que gera estados de felicidade.

Na quarta, dia 11, foi a vez do tema saúde ser discutido. O professor Ricardo Vela falou da importância de equilibrar emoções e pensamentos para que o ser humano encontre um forma mais justa e harmoniosa, caminhando assim, no sentido da evolução humana.  Já a segunda palestra trouxe a história do Bhagavad Gita e a luta de Arjuna, principal personagem do mito, que representa a busca desafiadora de uma vida interior. 

Para o último dia de palestras, os temas escolhidos foram sobre organização do tempo e propósito de vida. Foram colocadas à reflexão a ideia do tempo quando empregado no desenvolvimento e exercício de virtudes. Já a professora Tatiana Jorgensen falou sobre propósito como aquilo que o ser humano coloca, com lucidez, na frente de outras coisas, escolhendo pra si seu caminho. Um ponto que chamou a atenção dos presentes foi o conceito de Vocação, como explicou a professora, “a convocação do destino”, quando trouxe as questões sobre aquilo que torna o ser humano mais honrado ao fazer.