Semana do Meio Ambiente – Diálogo filosófico sobre o documentário “Lixo Extraordinário”

Por Paraná - Curitiba

Com objetivo de promover reflexões filosóficas acerca dos valores humanos atemporais retratados em obras cinematográficas, a Organização Internacional Nova Acrópole – sede Curitiba -, promoveu um Diálogo Filosófico sobre a obra documental “Lixo Extraordinário”.

O documentário mostra o trabalho do artista plástico brasileiro Vik Muniz no Jardim Gramacho – o maior aterro sanitário da América Latina, localizado na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Ao longo do roteiro, durante a produção de obras de arte com material coletado no aterro, é possível acompanhar as transformações na vida e nas visões de mundo dos sete catadores participantes do projeto.

No diálogo filosófico, foram compartilhadas percepções, sentimentos e reflexões acerca da obra e também da conduta humana em relação a todo o lixo que é produzido. O termo impactante foi unânime pelos participantes ao descreverem suas impressões e compreensões a partir da obra documental.

“Foi uma oportunidade para ampliar nossa consciência em como nossas ações impactam a vida de pessoas, ambientes e do nosso planeta. E também uma convocação para transformar o modo como descartamos o nosso lixo, destacando a importância da coleta seletiva que não apenas facilita a vida de quem trabalha com a coleta, mas também contribui para reduzir a contaminação no meio ambiente”, relatou uma das participantes do evento, Luiza Fugita.