Voluntariado e filosofia no parque

Por Minas Gerais - Juiz de Fora

Os alunos da Nova Acrópole Juiz de Fora puderam vivenciar uma programação cultural diferenciada no final de semana que antecedeu as comemorações de final de ano, exercitando a convivência, a reflexão filosófica e a atividade corporal, no intuito de exercitar a máxima platônica que fala de música e ginástica no processo de educação dos seres humanos. A música como artes musaicas, nas quais estão contidas as artes em geral, e a ginástica com a finalidade de forjar um corpo saudável.

Na tarde do sábado, o professor José Carlos Possas falou sobre o voluntariado. Abordou a importância da visão filosófica sobre o tema como exercício da nossa vontade.

E no domingo pela manhã, a atividade “Filosofia no Parque”. Alunos e familiares participaram de uma série de atividades ao ar livre, dentre elas: piquenique, caminhada, artes corporais chinesas e jogo de frisbee.

Ao chegar no parque municipal da Laginha, cada participante recebeu um papelzinho contendo uma frase filosófica que deveria acompanhá-lo em reflexão durante toda a atividade.

As frases escolhidas foram:

“Tudo é vida na natureza, a vida em si é um movimento vibrante.” N. Sri Ram

“Toda a natureza move-se conforme um ritmo visível que é reflexo de uma ordem, de uma lei. O ser humano que se ordena não faz mais que seguir os ditames da natureza.” Delia Steinberg Guzmán

“Cada coisa na natureza, ser humano, planta ou o que seja, está passando por um processo de evolução.”
N. Sri Ram

“Todo o crescimento deve partir sempre de dentro. É a raiz que torna forte a árvore, e não a quantidade de folhas.” Delia Steinberg Guzmán

“Cada coisa viva existe para o gozo de sua vida, de seu movimento, e não para a nossa gratificação.” N. Sri Ram

“Após o alongamento, saímos para uma caminhada ao redor do lago, observando a natureza e refletindo sobre a frase recebida, o que foi muito interessante já que apurou meu olhar para tudo e para todos os que estavam ao meu redor. Pude perceber coisas que talvez não percebesse se estivesse caminhando distraída”, relata Raíssa Moraes, aluna voluntária de Nova Acrópole.

Após a caminhada os participantes reuniram-se em pequenos grupos para conversar sobre as frases, compartilhar seus pensamentos e realizarem uma síntese sobre tudo o que foi refletido, e depois apresentarem entre todos. A atividade foi finalizada com uma prática de Artes Corporais Chinesas e com um animado jogo de frisbee.

Para participar de ações de Filosofia e Voluntariado na Nova Acrópole Juiz de Fora, saber sobre o curso de filosofia ou outras informações, entre em contato pelo WhatsApp: (32) 99181-2622 ou clique aqui.