XVII Semana da Filosofia com palestras, diálogos e exposição fotográfica

Por São Paulo - Sorocaba

Todos os anos a Organização Internacional Nova Acrópole celebra o Dia Mundial da Filosofia através de uma semana de atividades, oferecendo uma programação gratuita e aberta ao público, com palestras on-line e presenciais.

A Semana da Filosofia aconteceu entre os dias 12 e 20 de novembro e a temática central foi “A Linguagem dos Símbolos”.

Na Nova Acrópole Sorocaba a ideia foi mostrar a simbologia em alguns mitos e como os grandes filósofos abordaram o tema.

As mitologias sempre estiveram presentes nas culturas antigas. Cada civilização, com seu conjunto de mitos e símbolos, conta sobre suas origens e transmite seus conhecimentos sobre o Universo, o homem e os fenômenos da Natureza.

O intuito foi levar a todos uma reflexão sobre os símbolos presentes em nossas vidas, em nosso cotidiano e a importância de saber reconhecê-los. A partir daí, cada um poderá entender a ideia presente em suas experiências de vida, desenvolver o conhecimento sobre si mesmo e suas relações em qualquer situação e ambiente.

No dia 18, o professor Paulo R. Ravagnani apresentou a palestra “O herói como símbolo da jornada humana”, e no dia 20, a professora Lucimara ministrou o tema “O simbolismo do mito da caverna na educação do ser humano”. Ambas palestras trouxeram o sentido do símbolo de forma prática para a vivência cotidiana.

Durante a semana também houve uma exposição das fotos vencedoras no Concurso de Fotografia “O Visível do Invisível”, sob o tema “Exemplos de Convivência”.

Alguns depoimentos de participantes:

Taíza Fabrão Galdino:

“Sempre assisti os vídeos da Nova Acrópole na minha casa e achava muito bom, mas gostei muito de estarmos reunidos na escola e poder assistir todos juntos; gostei da oportunidade de convivência.

A exposição de fotos do concurso de fotografias com a combinação das imagens registradas com as frases foi algo que também gostei. Quando estamos ali vendo, por um breve momento captamos aquilo que o aluno que fotografou quis transmitir: o sentimento.

Sobre a palestra da professora Lúcia Helena, me agrada a simplicidade como ela fala, o quanto ela traz para a gente sobre a proposta de viver de forma mais tranquila, mais harmônica, num mundo cheio de crise e ansiedade, isso traz muita paz.

Na da professora Luzia Helena, gostei muito da simbologia das mãos, do exemplo que ela deu de quando temos uma parte do nosso corpo que dói e levamos nossa mão ao local. Nossas mãos transmitem energias, com elas podemos oferecer apoio, sustento.

Da palestra presencial sobre o Simbolismo do Natal, a parte que Nicolau dá o presente para as meninas, alguém que doa sem esperar nada em troca e sente-se feliz com isso, num mundo onde somos tão egoístas e pensamos apenas em nós mesmos ou em nossas famílias, esse é um sentimento que faz falta. Perdemos a essência do Natal.”

Renata Scudeler Bernal:

“Na semana da filosofia pude refletir sobre o valor da integração em suas diversas formas, seja estando junto aos demais ou compartilhando o mesmo tema em torno do mundo todo. Também significou se aproximar mais da linguagem dos símbolos e estar conectado com o sagrado que habita todos os seres e o Universo.”

A UNESCO instituiu o Dia Mundial da Filosofia por acreditar no valor da filosofia para o desenvolvimento do pensamento humano em cada cultura e cada indivíduo, sustentando que o pensamento crítico ajuda a dar sentido à vida e às ações realizadas no contexto internacional.

A Nova Acrópole participa e apoia as atividades que estejam direcionadas a alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) incluídos na Agenda 2030 da ONU, entre elas, promover educação de qualidade e oportunidades de aprendizado.