Conversação doméstica afeiçoa – Luís de Camões

26 de dezembro de 2020 - 06:00
Por Assistente SN Comunicação

Conversação doméstica afeiçoa,
ora em forma de boa e sã vontade,
ora d’uma amorosa piedade,
sem olhar qualidade de pessoa.

Se despois, porventura, vos magoa
com desamor e pouca lealdade,
logo vos faz mentira da verdade
e brando Amor, que tudo em si perdoa.

Não são isto que falo conjecturas,
que o pensamento julga na aparência,
por fazer delicadas escrituras.

Metido tenho a mão na consciência,
e não falo senão verdades puras
que m’ensinou a vida experiência.

 


Nota biográfica

Luís Vaz de Camões nasceu em Lisboa, Portugal, em 1524. Foi uma das maiores figuras da literatura lusófona e um dos grandes poetas da tradição ocidental. A sua obra magna, Os Lusíadas, é considerada a epopeia portuguesa por excelência. Camões foi louvado por diversos luminares não-lusófonos da cultura ocidental. Torquato Tasso dedicou-lhe um soneto, Baltasar Gracián elogiou a sua agudeza e engenho, no que foi seguido por Lope de Vega e Cervantes.





Se alguma das imagens usadas neste artigo violar direitos autorais, favor entrar em contato conosco.