O Nilo agora mede 106 quilômetros a mais

25 de julho de 2011 - 18:51
Por Nova Acrópole

O Nilo agora mede a bagatela de 6.756 quilômetros, a distância exata que separa o bosque de Nyungwe, no norte de Ruanda, do mar Mediterrâneo. É o que asseguram um britânico e dois neozelandeses que o percorreram na sua totalidade em duas lanchas pneumáticas do tipo Zodiac, empregando no percurso um pouco mais de seis meses e superando todo tipo de dificuldades, inclusive ataques dos rebeldes ugandenses. À base de remontar o leito e armados de infinita paciência e resistência, chegaram, por fim, a um ponto no bosque tropical de Nyungwe onde a água deixava de correr. O britânico Neil McGrigor assegura ter demonstrado o erro de John Hanning Speke que, no século XIX, foi o primeiro que estabeleceu o curso do Nilo a partir do lago Victoria. Agora apenas resta esperar que a Real Sociedade Geográfica do Reino Unido verifique o dado.

Juan Adrada